Juiz é suspenso após falar que vítima de abuso deveria fechar as pernas



Vítima de um abuso sexual, uma mulher buscou a justiça de Nova Jersey, nos EUA, para pedir medida protetiva contra seu agressor, mas ouviu do juiz que ela poderia "fechar as pernas" para evitar que o crime se repetisse.


O caso aconteceu em 2016. John Russo, que proferiu a frase infeliz, está de licença administrativa desde o ano passado, mas esta semana um comitê de ética recomendou à Suprema Corte do estado sua suspensão, não-remunerada, de três meses. Durante a audiência, a mulher estava descrevendo como o abusador agiu, quando Russo perguntou: "Você sabe como impedir alguém de ter relações sexuais com você?". A vítima respondeu que um dos métodos seria fugir, mas o juiz complementou: "Fechar as pernas? Chamar a polícia? Você fez alguma dessas coisas?". Processado, Russo justificou numa audiência que estava buscando mais informações sobre o caso e que não estava tentando humilhar a mulher. Na decisão desta semana, o comitê de ética escreveu em sua recomendação que a conduta de Russo não foi apenas descortês e inapropriada, mas também notória, dando potencial para que a vítima sofresse uma nova agressão. Além da suspensão, Russo deverá participar de treinamento sobre "comportamento adequado no tribunal". Ele poderá contestar a decisão numa audiência final, em julho.

Fonte: AmoDireito



  Post em Destaque
Posts Recentes

Entre em contato conosco

OAB | Raul Soares

33 3351 1674

Av. Governador Valadares, 100, Centro, Raul Soares/MG

© 2019 - OAB Raul Soares. Todos os direitos reservados